Resenha do Livro: O que é ideologia (Marilena Chauí)

A autora Marilena Chauí começa o livro falando da teoria das quatro causas de Aristóteles, as quais explicam o movimento, que para os gregos é toda e qualquer alteração de uma realidade, seja qual for estas teorias são uma tentativa para dar explicação ao problema do movimento, uma concepção metafísica para explicar os fenômenos naturais e humanos.

O objetivo da autora através do livro é nos fazer compreender por que a ideologia é possível, nos mostrar qual sua origem, quais são seus fins, quais seus mecanismos e quais seus efeitos históricos, isto é, sociais, econômicos, políticos e culturais. E para atingir este objetivo Marilena Chauí expõe de forma clara e objetiva a concepção que grandes pensadores tinham deste tema.

Um destes pensadores era Karl Marx,para ele o ideólogo é aquele que inverte as relações entre as idéias e o real. Assim, a ideologia, que inicialmente designava uma ciência natural da aquisição, pelo homem, das idéias calcadas sobre o próprio real, passa a designar, dar por diante, um sistema de idéias condenadas a desconhecer sua relação real com o real.O pensamento de Marx sobre ideologia sofre fortes influências  do filosofo Hegel,uma destas influências é a dialética hegeliana,a qual  Hegel definia a historia como um processo temporal movido pela contradição e cujo sujeito é o espírito como reflexão.

Marx afirma que no caso da sociedade civil capitalista, o fato dos proprietários dependerem da exploração dos não proletários significa que o capital é trabalho não pago,ou seja a mais-valia ,assim há uma contradição na medida em que a realidade do capital é a negação do trabalho. A ideologia oculta a luta de classes, através da idéia de a sociedade civil ser vista como um individuo coletivo.

Para Marx a ideologia surge quando a divisão social do trabalho separa o trabalho manual do intelectual, Marx afirma que a ideologia burguesa transforma em “coisa” a chamada classe social, estudando-a como um fato e não como resultado da ação humana, e que transforma um homem até que ele acredite que é desigual por natureza, desejo ou falta de talento,  de um outro homem,ou seja causa um sentimento de aceitação na sociedade. Mas a divisão do trabalho não é somente uma divisão de tarefas, aqui existe uma diferença entre os que produzem a riqueza e os que usufruem dela, o que dá ao proprietário um poder sobre o não-proprietário que é explorado economicamente. Assim, a ideologia é encarada como a dominação de uma classe para interesse geral do Estado, ou seja, as idéias das classes dominantes se tornam idéias de todas as classes sociais e se tornam idéias dominantes.

Pela visão de Augusto Comte, o criador do positivismo, a ideologia é uma organização sistemática de todo conhecimento científico,as quais fora produzidos por sábios que recolhiam opiniões e as corrigiam,eliminando elementos metafísicos ou religiosos caso existissem nestas opiniões.Assim a ideologia manipulava as ações dos homens, que eram submetidos a este poder ideológico,o qual era dominado pelos burgueses,então caso fossem desrespeitados estes ideais o homem estaria agindo contras a ordem da sociedade, e de acordo com o lema positivista “Ordem e Progresso”,estaria também atrapalhando o progresso social.

Para Durkheim a ideologia é todo conhecimento da sociedade que não respeito o critério da objetividade científica sendo a da separação entre sujeito do conhecimento e objeto do conhecimento, separação que garante a objetividade porque garante a neutralidade do cientista, Durkheim tem a intenção de criar a sociologia como ciência ,como conhecimento racional, objetivo, observacional e necessário da sociedade.Para isso é preciso tratar o fato social como uma coisa, exatamente como o cientista da Natureza trata os fenômenos naturais. Isto significa que a condição para uma sociologia científica é tomar os fatos sociais como desprovidos de interioridade, isto é, de subjetividade, de modo a permitir que o sociólogo encare uma realidade, da qual participa, como se não fizesse parte dela.

A ideologia é um conjunto de idéias e valores, normas e regras,os quais manipulam os membros de uma sociedade,interferindo em seus meios de pensar e agir,com o intuito de conformar  a sociedade mesmo existindo tantas diferenças sócio-politoco-culturais,a ideologia tem a função de dar uma explicação racional a esta desigualdade,tentando estabelecer uma estabilidade entre dominantes e dominados.

Mapa conceitual

o que é ideologia GIO

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: